Frases de Leo Huberman (Página )
Pesquisando Leo Huberman

Encontradas 4 citações.
Mostrando de 1 até 4. (Página 1)

001 Quando a economia capitalista entra em colapso e a classe trabalhadora marcha para o poder, então os capitalista se voltam para o fascismo como a saída. Mas o fascismo não pode resolver seu problema, porque nele, do ponto de vista econômico, nada se modifica. Na economia fascista, como na economia capitalista, a propriedade privada dos meios de produção e o lucro são básicos.

002 O mundo ocidental se defrontou em cheio com o paradoxo da pobreza em meio à abundância.

003 Os trustes se formaram da livre concorrência. Por vezes a luta foi decente, por vezes desleal (mesmo do ponto de vista do mundo comercial, que aprendeu a levar golpes abaixo da cintura). Decente ou não, foi uma luta amarga. Os homens que perderam ficaram arruinados. Não podiam lutar novamente, alguns enlouqueceram, outros se suicidaram.

004 A acumulação de capital, que veio do comércio primitivo, mais a existência de uma classe de trabalhadores sem propriedades, prenunciavam o início do capitalismo industrial. O sistema fabril em si proporcionou a acumulação de uma riqueza ainda maior. Os donos dessa nova riqueza, educados na crença de que o Reino dos Céus era deles, se economizassem e reinvestissem suas economias, empregavam novamente seu capital em fábricas. Assim, o sistema moderno, tal como o conhecemos, começou a existir.

1999-2020 Ponteiro® - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução total ou parcial desta e de outras páginas. Os dados apresentados podem sofrer alterações sem qualquer aviso prévio. Apesar do zelo na coleta e manuseio de dados, o Ponteiro não se responsabiliza por eventuais imprecisões. Não apoiamos nenhum partido político. Política de privacidade: não coletamos ou divulgamos qualquer informação pessoal. Conteúdo isento de pornografia e outras bobagens, navegue sossegado :)
MultihostMade in Brazil3.239.51.78