Pesquisando Denúncias contra UTI do Hospital Evangélico 



AstrologiaLua Crescente (Clique para ver +) Tempo decorrido : 7 ano(s) 10 mes(es) 2 dia(s) 24/01 Pesquise 24 de Janeiro /2013 Pesquise o ano de 2013 Policial Brasil Polícia grava conversa da médica Virgínia Soares de Souza
AstrologiaLua Crescente (Clique para ver +) Tempo decorrido : 7 ano(s) 9 mes(es) 7 dia(s) 19/02 Pesquise 19 de Fevereiro /2013 Pesquise o ano de 2013 Prisão Policial Brasil Núcleo de Repressão aos Crimes Contra a Saúde prende médica no Hospital Evangélico, em Curitiba.
 Virginia Soares de Souza, chefe da UTI do Hospital Universitário Evangélico de Curitiba, é detida sob a acusação de eutanásia.

AstrologiaLua Crescente (Clique para ver +) Tempo decorrido : 7 ano(s) 9 mes(es) 4 dia(s) 22/02 Pesquise 22 de Fevereiro /2013 Pesquise o ano de 2013 Prisão Policial Brasil Polícia prende três anestesistas do Hospital Evangélico, em Curitiba.
AstrologiaLua Crescente (Clique para ver +) Tempo decorrido : 7 ano(s) 9 mes(es) 4 dia(s) 22/02 Pesquise 22 de Fevereiro /2013 Pesquise o ano de 2013 Medicina Brasil Nota de Esclarecimento do Hospital Universitário Evangélico de Curitiba - HUEC
 "A direção do Hospital Universitário Evangélico de Curitiba – HUEC, em virtude das notícias veiculadas pela imprensa envolvendo um profissional do hospital e com o intuito de esclarecer a população sobre os acontecimentos noticiados, vem a público esclarecer que:

1- O hospital mantem quatro Unidades de Terapia Intensiva – UTI totalizando 50 leitos SUS, e cada UTI tem uma estrutura e equipe independente.

2- O problema levantado é pontual em uma das UTIs, onde a direção já atuou no sentido de promover mudanças na equipe de profissionais, visando facilitar as investigações e atender solicitação da Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba- SMS.

3- No intuito de proporcionar segurança aos usuários deste hospital, a SMS designou dois profissionais intensivistas para acompanhar diariamente as UTIs.

4- O HUEC conta com um corpo clinico de mais de 300 profissionais médicos, de alta qualidade e de reconhecida capacitação, e que não devem ser julgados pelo fato ocasional investigado de uma profissional.

5- O HUEC continua com o atendimento normal, em todos os seus setores.

6- Quanto aos fatos noticiados, o HUEC respeitando os envolvidos, aguarda as conclusões das comissões de sindicância instauradas.

7- O Hospital Universitário Evangelico de Curitiba, como vem fazendo ao longo dos seus 53 anos de história, e de relevantes serviços prestados à comunidade paranaense, continuará atendendo a população de Curitiba e do Paraná, principalmente os usuários do SUS. Com 615 leitos, o HUEC dedica 512 leitos exclusivamente ao atendimento do Sistema Único de Saúde – SUS.

8- Lamentamos as manifestações veiculadas, que se sobrepõe as milhares de pessoas que tiveram suas vidas salvas por esta instituição."
Hospital Universitário Evangélico de Curitiba

AstrologiaLua Crescente (Clique para ver +) Tempo decorrido : 7 ano(s) 9 mes(es) 4 dia(s) 22/02 Pesquise 22 de Fevereiro /2013 Pesquise o ano de 2013 Carta Medicina Brasil A médica Virgínia Soares de Souza alega, em carta, sua inocência.
 "O livre exercício da medicina está em risco no Brasil"

AstrologiaLua Crescente (Clique para ver +) Tempo decorrido : 7 ano(s) 9 mes(es) 3 dia(s) 23/02 Pesquise 23 de Fevereiro /2013 Pesquise o ano de 2013 Medicina Brasil Hospital Evangélico de Curitiba fecha temporaiamente a Unidade de Terapia Intensiva
AstrologiaLua Cheia (Clique para ver +) Tempo decorrido : 7 ano(s) 9 mes(es) 1 dia(s) 25/02 Pesquise 25 de Fevereiro /2013 Pesquise o ano de 2013 Policial Brasil Enfermeira da UTI do Hospital Universitário Evangélica, em Curitiba, se entrega à polícia.
AstrologiaLua Cheia (Clique para ver +) Tempo decorrido : 7 ano(s) 9 mes(es) 1 dia(s) 25/02 Pesquise 25 de Fevereiro /2013 Pesquise o ano de 2013 Jurídico Brasil Quebra do segredo de Justiça do inquérito que investiga a UTI do Hospital Evangélico de Curitiba
AstrologiaLua Cheia (Clique para ver +) Tempo decorrido : 7 ano(s) 9 mes(es) 26/02 Pesquise 26 de Fevereiro /2013 Pesquise o ano de 2013 Policial Brasil Nota do Sindicato dos Delegados sobre investigações sobre a UTI Geral do Hospital Evangélico
 "Em vista das entrevistas difundidas na mídia paranaense pela diretoria do hospital Evangélico e pela comissão da OAB/Pr juntamente com o advogado da medica indiciada por homicídio que teria sido praticado na UTI do referido hospital, o Sindicato dos Delegados de Policia do Paraná vem a publico para esclarecer:

A investigação criminal realizada pela Dra. Paula Brizola foi realizada dentro de padrões internacionais, utilizando todos os recursos atuais de intervenção permitidos pelo Estado de Direito, tais como interceptação telefônica, infiltração, oitivas de testemunhas e requisição de documentos. A repercussão ocorrida na mídia foi consequência da gravidade do fato investigado, sendo repassado a imprensa o mínimo de informações necessárias ao entendimento do caso, havendo também curiosamente uma grande participação do próprio advogado da indiciada na propagação “midiatica” como citou o advogado do hospital.
Em momento algum se pode falar em abuso de autoridade, o que aponta clara tentativa de intimidar a investigação que avança de forma inevitável. O sigilo do inquérito policial foi decretado pelo judiciário no sentido de resguardar inclusive a própria indiciada , tomando a delegada do caso todos os cuidados para evitar qualquer irregularidade, os atos persecutórios tutelares tais como prisões provisórias, mandados de busca, pedidos de interceptarão foram realizados após autorização judicial e anuência do Ministério Publico.
Resta considerar que embora a classe medica mereça todo o respeito pelos nobres serviços que presta a sociedade, devemos lembra-los que não estão acima da lei e por isso sujeitos ao crivo da investigação criminal quando necessário."
Sindicato dos Delegados de Polícia do Paraná - SIDEPOL

AstrologiaLua Cheia (Clique para ver +) Tempo decorrido : 7 ano(s) 9 mes(es) 26/02 Pesquise 26 de Fevereiro /2013 Pesquise o ano de 2013 Jurídico Brasil Nota do Ministério Público sobre investigações sobre a UTI Geral do Hospital Evangélico
 "Diante da intensa busca por esclarecimentos a respeito das investigações sobre a UTI do Hospital Universitário Evangélico de Curitiba, a Promotoria de Justiça de Defesa da Saúde Pública da capital e o Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Proteção à Saúde Pública, do Ministério Público do Paraná, informam que:

O inquérito policial conduzido pelo Núcleo de Repressão aos Crimes Contra a Saúde (Nucrisa), departamento da Polícia Civil do Paraná, está sendo acompanhado, diretamente, pela Promotoria de Proteção à Saúde Pública de Curitiba e pelo Centro de Apoio, com as cautelas necessárias para o esclarecimento dos casos em apuração.
Os elementos probatórios que constam até o momento no inquérito são considerados fortes, razão pela qual o MP-PR manifestou-se favoravelmente em relação aos pedidos de prisão e de busca e apreensão apresentados pela autoridade policial e deferidos pelo Poder Judiciário.
Os promotores de Justiça acompanham atentamente as apurações policiais e se pronunciarão sobre o caso ao término das investigações, quando o MP-PR terá o prazo de cinco dias para o oferecimento da denúncia, conforme prevê a legislação.
A Promotoria e o Centro de Apoio ressaltam, ainda, que os fatos investigados referem-se a situações já ocorridas, e em setor específico do hospital. Afirmam ainda que a instituição de saúde atua hoje em padrões de normalidade técnica, e que a população, como já frisado em pronunciamento anterior, pode continuar a recorrer aos serviços do HUEC, como faria em relação a qualquer outra instituição de saúde."
Ministério Público do Estado do Paraná

AstrologiaLua Cheia (Clique para ver +) Tempo decorrido : 7 ano(s) 8 mes(es) 30 dia(s) 27/02 Pesquise 27 de Fevereiro /2013 Pesquise o ano de 2013 Prisão Policial Brasil A médica Virgínia Soares de Souza é transferida para a Penitenciária Feminina de Piraquara
AstrologiaLua Minguante (Clique para ver +) Tempo decorrido : 7 ano(s) 8 mes(es) 18 dia(s) 08/03 Pesquise 08 de Março /2013 Pesquise o ano de 2013 Medicina Brasil Reabertura da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Evangélico de Curitiba
AstrologiaLua Nova (Clique para ver +) Tempo decorrido : 7 ano(s) 8 mes(es) 15 dia(s) 11/03 Pesquise 11 de Março /2013 Pesquise o ano de 2013 Jurídico Brasil Promotoria ajuíza denúncia contra oito pessoas do Hospital Evangélico
 "O Ministério Público do Paraná, por meio da Promotoria de Justiça de Proteção à Saúde Pública de Curitiba, ajuizou nesta segunda-feira (11) denúncia sobre os crimes ocorridos na Unidade de Terapia Intensiva Geral do Hospital Evangélico, entre janeiro de 2006 e fevereiro de 2013.
A denúncia teve como base o inquérito policial feito pelo Núcleo de Repressão aos Crimes Contra Saúde (NUCRISA), e levou em conta testemunhos de dezenas de pessoas ouvidas na investigação, interceptação telefônica decretada pelo Juízo da Vara de Inquéritos Policial de Curitiba e prontuários médicos.
Foram denunciadas oito pessoas: a médica Virgínia Helena Soares de Souza, acusada de sete homicídios duplamente qualificados e formação de quadrilha; o médico Anderson de Freitas, por dois homicídios duplamente qualificados e formação de quadrilha; os médicos Edison Anselmo da Silva Junior e Maria Israela Cortez Boccato, cada qual por um homicídio duplamente qualificado e formação de quadrilha; as enfermeiras Laís da Rosa Groff e Patrícia Cristina de Goveia Ribeiro, cada qual por um homicídio duplamente qualificado e formação de quadrilha; e a fisioterapeuta Carmencita Emília Minozzo e o enfermeiro Claudinei Machado Nunes, por formação de quadrilha.
De acordo com a denúncia, no período compreendido, pelo menos, entre janeiro de 2006 e 19 de fevereiro de 2013, os profissionais denunciados, sob a liderança da médica Virgínia Helena Soares de Souza, teriam se associado em quadrilha, cada qual a partir do momento em que passaram a trabalhar na UTI Geral do Hospital Evangélico, “para o fim de cometer homicídios de pacientes internados naquela unidade, mediante uso insidioso e sorrateiro de instrumentos, medicamentos e equipamentos daquela casa hospitalar, na qual trabalhavam no exercício regular de suas profissões de saúde”.
A acusação é de que, seguindo as orientações verbais de Virgínia Helena Soares de Souza, na condição por todos usualmente reconhecida de médica “chefe” daquela UTI, os denunciados médicos, durante seus plantões naquela unidade, prescreviam medicamentos bloqueadores neuromusculares normalmente empregados em medicina intensiva para otimização de ventilação artificial, conjugados com fármacos anestésicos, sedativos e analgésicos, procedendo-se ao rebaixamento nos parâmetros ventilatórios dos pacientes-vítimas então dependentes de ventilação mecânica, fazendo-os morrer por asfixia. Os medicamentos, bloqueadores neuromusculares (especialmente o bloqueador neuromuscular pancurônio[1], ou às vezes dibesilato de atracurium[2]), conjugados com fármacos anestésicos como propofol[3], cloridrato de cetamina[4] e tiopental sódico[5], sedativos como midazolam[6] e analgésicos como citrato de fentanila[7], em regra, seriam ministrados pelos enfermeiros denunciados e, às vezes, pelos próprios denunciados médicos.
Em todos os casos investigados foi constatado que os medicamentos Pavulon (pancurônio) ou Tracrium (dibesilato de atracurium) foram ministrados, mesmo quando não havia justificativa terapêutica registrada no prontuário médico, causando paralisia neuromuscular nas vítimas, após o que era reduzida a ventilação mecânica, levando os pacientes à morte por asfixia.
A denúncia sustenta que, quando não era a própria Virgínia Helena Soares de Souza quem prescrevia pessoalmente esses fármacos e dava as ordens para o rebaixamento dos parâmetros dos aparelhos de ventilação mecânica, ela determinava a seus colegas Edison, Maria Israela e Anderson que assim o fizessem, inclusive possibilitando que eles utilizassem o sistema eletrônico de prontuário médico do Hospital para prescrições médicas em nome dela.
Ainda de acordo com a denúncia, aos enfermeiros e à fisioterapeuta acusados caberiam outras tarefas “para simular a aparência insuspeita do exercício regular da assistência à saúde dos pacientes vitimados, tanto registrando suas respectivas evoluções de enfermagem e fisioterapia nos prontuários médicos de forma a “casar” com as evoluções e prescrições médicas criminosas e disfarçadas, tanto orientando os técnicos de enfermagem (subordinados) ou demais profissionais de saúde não participantes da quadrilha a jamais questionarem as atitudes delitivas”.
A Promotoria acusa os denunciados de violação aos deveres inerentes às suas respectivas profissões de médicos, enfermeiros e fisioterapeutas, no exercício de seus ofícios, ressaltando ainda que, no período de atuação da quadrilha, várias mortes de pacientes internados na UTI geral do Hospital Universitário Evangélico de Curitiba se deram logo após a ministração do pancurônio, sem que a prescrição médica deste medicamento tivesse qualquer justificativa terapêutica registrada nos respectivos prontuários dos pacientes falecidos."
Ministério Público do Estado do Paraná

AstrologiaLua Nova (Clique para ver +) Tempo decorrido : 7 ano(s) 8 mes(es) 11 dia(s) 15/03 Pesquise 15 de Março /2013 Pesquise o ano de 2013 Jurídico Brasil Justiça aceita denúncia contra a médica Virginia Helena Soares de Souza
AstrologiaLua Crescente (Clique para ver +) Tempo decorrido : 7 ano(s) 8 mes(es) 6 dia(s) 20/03 Pesquise 20 de Março /2013 Pesquise o ano de 2013 Jurídico Brasil A médica Virgínia Helena Soares de Souza é libertada
AstrologiaLua Crescente (Clique para ver +) Tempo decorrido : 7 ano(s) 8 mes(es) 5 dia(s) 21/03 Pesquise 21 de Março /2013 Pesquise o ano de 2013 Jurídico Brasil Ministério Público anuncia que vai recorrer contra libertação da médica Virgínia Helena de Souza
AstrologiaLua Minguante (Clique para ver +) Tempo decorrido : 7 ano(s) 7 mes(es) 21 dia(s) 05/04 Pesquise 05 de Abril /2013 Pesquise o ano de 2013 Policial Brasil Polícia Científica do Paraná conclui análise no material apreendido no Hospital Evangélico
AstrologiaLua Minguante (Clique para ver +) Tempo decorrido : 7 ano(s) 7 mes(es) 17 dia(s) 09/04 Pesquise 09 de Abril /2013 Pesquise o ano de 2013 Medicina Brasil Federação Nacional dos Médicos ouve a médica Virgínia Soares de Souza
 "Uma comitiva de dirigentes da Federação Nacional dos Médicos (FENAM), se reuniu com a médica Virgínia Soares de Souza, acusada de apressar a morte de pacientes na UTI do Hospital Evangélico de Curitiba, neste último sábado (06). O objetivo do encontro foi prestar solidariedade e escutar a versão da mesma sobre os relatos divulgados na mídia. O presidente da entidade, Geraldo Ferreira, explicou que a Federação tem papel de representar a categoria e tem como uma de suas bandeiras principais, a defesa dos direitos humanos.
'A violência do pré-julgamento, sem o direito de resposta já fez o seu mal destruindo a vida profissional da médica. A análise criteriosa do ocorrido compete à justiça. Esperamos que as investigações conduzam ao completo esclarecimento dos fatos e caso seja comprovado crime, que seja punido'.
Ele completou que no Brasil, já houve grandes equívocos onde o sensacionalismo, depoimentos oportunistas e a ignorância prejudicaram vidas que nunca mais se reconstituíram. Em Curitiba, os médicos manifestaram surpresa com o caso, pois Virgínia sempre foi uma médica respeitada pelo seu trabalho ao longo dos anos.
O advogado de defesa, Elias Mattar Assad, afirma que todos os prontuários da doutora tem justificativa na literatura médica e sua prisão é atribuída a um equívoco. No momento, eles procuram especialistas em medicina legal, intensiva e bioética para testemunhar como funciona a rotina complexa das UTIs e provar sua inocência.
Fizeram parte da comitiva o diretor de finanças, Mário Ferrari; o secretário de assuntos jurídicos, Vânio Lisboa e o secretário de direitos humanos, discriminação e gênero da Federação, José Roberto Murisset."
Federação Nacional dos Médicos

AstrologiaLua Nova (Clique para ver +) Tempo decorrido : 7 ano(s) 7 mes(es) 16 dia(s) 10/04 Pesquise 10 de Abril /2013 Pesquise o ano de 2013 Jornalismo Brasil Revista 'Veja' publica matéria sobre a médica Virgínia de Souza
 "Acusada de matar pacientes na UTI que comandava, Virgínia de Souza se gabava de seu poder de vida e morte. Documentos obtidos por VEJA detalham as execuções."

AstrologiaLua Nova (Clique para ver +) Tempo decorrido : 7 ano(s) 5 mes(es) 17 dia(s) 09/06 Pesquise 09 de Junho /2013 Pesquise o ano de 2013 Jornalismo Brasil A médica Virgínia Helena Soares de Souza diz ser inocente em entrevista exclusiva ao 'Fantástico'
AstrologiaLua Minguante (Clique para ver +) Tempo decorrido : 4 ano(s) 1 mes(es) 2 dia(s) 24/10 Pesquise 24 de Outubro /2016 Pesquise o ano de 2016 Jurídico Brasil Ministério Público do Paraná pede júri popular para Virgínia Helena Soares de Souza
AstrologiaLua Minguante (Clique para ver +) Tempo decorrido : 3 ano(s) 7 mes(es) 6 dia(s) 20/04 Pesquise 20 de Abril /2017 Pesquise o ano de 2017 Jurídico Brasil A ex-chefe da UTI do Hospital Evangélico de Curitiba, Virgínia Helena Soares de Souza, é inocentada.

Páginas 1 de 1


1999-2020 Ponteiro® - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução total ou parcial desta e de outras páginas. Os dados apresentados podem sofrer alterações sem qualquer aviso prévio. Apesar do zelo na coleta e manuseio de dados, o Ponteiro não se responsabiliza por eventuais imprecisões. Não apoiamos nenhum partido político. Política de privacidade: não coletamos ou divulgamos qualquer informação pessoal. Conteúdo isento de pornografia e outras bobagens, navegue sossegado :)
MultihostMade in Brazil3.238.107.166