Frases de Fernando Pessoa


Pesquisando Fernando Pessoa

Encontradas 19 ocorrências do total de 5,807 frases.
Mostrando de 1 até 19. (Página 1)

 001  Tudo vale a pena quando a alma não é pequena.

 002  Tenho em mim todos os sonhos do mundo.

 003  O homem é do tamanho do seu sonho.

 004  Sinto-me nascido a cada momento para a eterna novidade do mundo.

 005  Morrer é apenas não ser visto. Morrer é a curva da estrada.

 006  Para ser grande, sê inteiro: nada teu exagera ou exclui. Sê todo em cada coisa. Põe quanto és no mínimo que fazes.

 007  Todo homem que tenha que talhar para si um caminho para o alto encontrará obstáculos incompreensíveis e constantes.

 008  O valor das coisas não está no tempo que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis.
Enviado por Adriana Rodrigues - São Paulo - SP


 009  Deus é o existirmos e isso não ser tudo.
Enviado por José Jucá Júnior - Recife - PE


 010  Sentir é pensar sem idéias, e por isso sentir é compreender, visto que o Universo não tem idéias.

 011  Horroriza-me a idéia de que uma coisa qualquer possa ser determinada por Deus ou pelo mundo. Enlouquece-me a idéia de que as coisas mais momentosas possam realizar-se, de que os homens pudessem todos ser felizes um dia, de que se encontrasse uma solução para os males da sociedade. Contudo não sou mau nem cruel; sou louco e isso de um modo difícil de conceber.

 012  Minha pátria é a língua portuguesa.

 013  A arte, e não a história que é a mestra da vida.

 014  A literatura é uma confissão de que a vida não basta.

 015  Sendo a vida essencialmente um estado mental, e tudo, quanto fazemos ou pensamos, válidos para nós na proporção em que pensamos válido, depende de nós a valorização.

 016  Ser poeta não é a minha ambição, é a minha maneira de estar sozinho.

 017  Não é bastante ter ouvidos para ouvir o que é dito. É preciso também que haja silêncio dentro da alma.
Revista Iátrico (CRM-PR) - Nº 33 - Página 72


 018  Os vencedores perdem sempre todas as qualidades de desalento com o presente que os levaram à luta que lhes deu a vitória.

 019  Não haja medo de que a sociedade se desmorone sob um excesso de altruísmo. Não há perigo desse excesso.

1999-2019 Ponteiro® - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo desta e de outras páginas deste portal.     Os dados contidos nesta página são meramente informativos, podendo, os mesmos, sofrerem alterações sem qualquer aviso prévio.   Apesar de nosso zelo na coleta e manuseio dos textos, imagens e eventos, o Ponteiro não se responsabiliza por eventuais imprecisões ou publicação acidental de dados incorretos.
Nossa política de privacidade: não coletamos, rastreamos ou compartilhamos qualquer informação pessoal sua. Conteúdo isento de pornografia e outras bobagens, navegue sossegado e sem sustos :)
Hospedagem by Multihost Made in Brazil Seu IP : 18.212.92.235